Como reformar sem dor de cabeça – 6 erros que podem ser evitados.

Reformar um imóvel é um pouco como realizar uma “cirurgia”, existem fios e tubos, detalhes para lembrar e garantir que tudo esteja bem finalizado e ajustado no final. Como Arquiteta, sei que uma reforma mal executada, custa tempo, esforço e dinheiro que poderiam ser economizados se houvesse planejamento. Decidir reformar é um grande investimento financeiro, emocional e demorado. Por isso, confira essa e outras dicas de como planejar uma reforma de apartamento.


01 Realizar reformas sem um planejamento completo.


Muitas pessoas começam a reformar, realizar pequenas obras, comprar móveis e objetos, sem considerar medidas, padrões de ergonomia, estudo de layout, conforto acústico e térmico, funcionalidades do ambiente, entre outros.

A falta de planejamento pode trazer malefícios que poderiam ser evitados, como aquela cozinha que não atende as suas necessidades de uso diário, ou aquela área gourmet que não cabe a quantidade de pessoas que você esperava, ou aquele ambiente que ficou apertado por que o móvel foi comprado em tamanho errado. Além dos problemas estéticos e funcionais, há também o gasto financeiro, por comprar material aquém do necessário, ou porque a mão-de-obra contratada deu um jeitinho para reformar aquele banheiro.

Uma reforma bem-feita, agregam um valor significativo na revenda de um imóvel. Considere também as experiências do dia-a-dia que você e sua família poderiam desfrutar de uma casa ou apartamento bem projetado.


02 Pensar no curto prazo.


É sempre bom pensar em seu imóvel a longo prazo, e em como ele pode atender a suas necessidades ao longo do tempo. Por exemplo, é comum que as pessoas que moram sozinhas, se casem e iniciem uma família, ou criem um negócio que necessitem trabalhar de casa, ou em "home office". Qual a melhor forma para que seu lar se adeque a estas alterações?

Um arquiteto pode planejar e desenvolver ideias, espaços e ambientes que podem se adaptar a estas alterações. Por exemplo, ambientes com dupla função como escritório e quarto de hóspedes, ou quartos infantis que se adaptam ao crescimento da criança a adolescência.


03 Economizar no Projeto para economizar dinheiro.


Se você estiver planejando uma reforma e tem um orçamento de gastos estipulado, um projeto de arquitetura é crucial. Pois o arquiteto é quem faz um projeto que caiba dentro de seu orçamento. Um projeto bem planejado pode economizar o custo de construção e materiais.


04 Ser impaciente.


Às vezes, as pessoas tentam acelerar as etapas interferindo no tempo necessário para a execução do projeto ou reforma. Por isso, indicamos que entre em contato com um Arquiteto cerca de 02 meses antes da entrega das chaves, ou início da reforma. E para a reforma, estipular cerca de 3 a 4 meses para executá-la.

Reserve tempo o suficiente para cada estágio de projeto e obra, assim o resultado final atenderá todas às suas necessidades.


05 Não informar claramente o valor que você tem para investir na reforma.


Informe seu arquiteto ou empreiteiro quanto você poderá investir em sua reformar, principalmente porque, a maioria das pessoas subestima o custo de uma reforma.

Em São Paulo, o custo total de uma reforma (materiais de obra, mão de obra, móveis, marcenaria) custa em média R$ 2.000 a R$ 3.500 por metro quadrado. Deste total, a parte civil (que engloba serviços básicos, como demolição, troca de piso, pintura e infraestrutura de elétrica e hidráulica) custa cerca de 30% do valor total, os 70% restantes fica por conta dos materiais, acabamentos, móveis e mão-de-obra.

Por isso, é de extrema importância que arquiteto e empreiteiro desenvolva um projeto e obra dentro do seu orçamento. Passe algum tempo com seu arquiteto e determine qual o nível de qualidade de acabamento e detalhamento que você pode pagar, assim é menos provável que você exceda o orçamento ou obtenha uma reforma de baixa qualidade.


06 Não se planejar financeiramente para reformar.


Já citamos o custo médio no item acima. Mas e se você pretende reformar o imóvel onde está morando? É necessário prever que terá que deixá-lo durante a reforma. Porém, se vai reformar um imóvel recém comprado, é necessário prever que não poderá se mudar até a que a obra termine.


Como se planejar para uma reforma


01 Junte referências e busque indicações.


Comece a organizar fotos de referência da sua casa dos sonhos. Seja fotos de revista, blogs ou de redes sociais. Em nosso escritório utilizamos o Pinterest, uma plataforma digital com muitos estilos e imagens para você se inspirar. Lá salvamos pastas e compartilhamos com nossos clientes. Referências ajudam muito na hora de mostrar para o Arquiteto qual é a sua expectativa para o lar dos seus sonhos.

O arquiteto procura lhe ouvir, atenciosamente, em todas as etapas do projeto, a fim de criar o apartamento que seja exatamente como você sonhou. Tudo alinhado à funcionalidade, pois o imóvel também precisa atender às necessidades de sua família.


02 Contrate um arquiteto com antecedência


Acredite, tocar uma reforma sozinho pode ser bem estressante, e sem projeto é ainda pior.

Pode até parecer fácil, porém, realizar uma obra sem orientação, pode ser trabalhoso. Principalmente porque, durante a execução da obra, podem ocorrer imprevistos, como móveis com dimensões maiores do que o previsto, problemas com prazos e mão de obra.

Entretanto, quando você contrata um arquiteto, você acaba tendo um profissional em quem confiar e resolver os problemas que ocorrem durante a obra. O arquiteto também tem experiência de mercado, elabora o projeto executivo de arquitetura ou interiores, e ajuda a escolher os móveis e materiais adequados visando sempre o melhor custo-benefício. Como explicamos no item 04, é necessário contratar um arquiteto com antecedência de 2 a 3 meses antes da entrega das chaves, ou início da reforma.


O próximo passo...


O que fazer em seguida:

Decida que você está pronto para seguir em frente com a sua reforma

Reúna seus planos, ideias e referências

Entre em contato conosco para solicitar uma proposta.

contato@jumagalhaes.com        av. nove de julho, 4939 . sala 141 . archademy . itaim  bibi . São Paulo - SP